Fibra apresenta ao governo do DF propostas para suporte ao desenvolvimento da indústria

Fibra apresenta ao governo do DF propostas para suporte ao desenvolvimento da indústria
Foto: Bruno Frazino/Fibra.
Compartilhe:

Nilson Carvalho
Assessoria de Comunicação da Fibra

Em reunião no Palácio do Buriti na manhã desta segunda-feira, 20 de dezembro, o presidente da Federação das Indústrias do Distrito Federal (Fibra), Jamal Jorge Bittar, apresentou ao governador do DF, Ibaneis Rocha, e a secretários de Estado a publicação A Indústria e o DF: Proposta Para Uma Agenda de Crescimento 2019–2022 – Edição Atualizada 2021.

O documento apresenta uma atualização dos temas prioritários para a indústria do DF, publicados em 2018 e apresentados aos candidatos ao Palácio do Buriti nas últimas eleições. No segundo semestre deste ano, seguindo a metodologia de produção do documento, os temas foram revisados e a edição atualizada 2021 foi lançada.

O governador Ibaneis Rocha recebeu a publicação das mãos do presidente da Fibra, acompanhado dos secretários de Economia, André Clemente, de Governo, José Humberto Pires, e de Desenvolvimento Econômico, Jesuíno Pereira, da chefe de gabinete da Governadoria, Juliana Monici, e do presidente do Banco de Brasília (BRB), Paulo Henrique Costa.

“Temos muito que pensar no futuro do Distrito Federal e não dá para pensar em futuro sem tratar da indústria da cidade. Temos que passar por um processo de industrialização que nos dê condições de oferecer emprego e renda de qualidade aqui na nossa cidade”, disse o governador do DF, que afirmou que analisará a pauta da indústria com os secretários de governo, com o objetivo de colocar as propostas em prática.

Também participaram da reunião os presidentes do Sindicato das Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e de Material Elétrico do DF (Simeb-DF), Clistones Pedreira; do Sindicato das Indústrias de Alimentação de Brasília (Siab), Pedro Nicola; do Sindicato da Indústria da Construção Civil (Sinduscon-DF), Dionyzio Klavdianos; do Sindicato das Indústrias do Vestuário do DF (Sindiveste-DF), Walquiria Pereira Aires; do Sindicato das Indústrias da Madeira e do Mobiliário do DF (Sindimam-DF); Daniel Borges Gomes, do Sindicato das Indústrias da Informação do DF (Sinfor-DF), Ricardo Caldas; do Sindicato das Indústrias Fabricantes e de Reparação ou Manutenção de Máquinas, Aparelhos e Equipamentos Industriais, Elétricos e Eletrônicos do DF (Sindeletro-DF), Maria de Lourdes da Silva; e do Sindicato das Indústrias de Artefatos, Cimentos, Concretos e Mármores do DF (Sindarcom-DF), José Antônio Goulart. Da Fibra, também compuseram a mesa do encontro os diretores de Inovação e Desenvolvimento Tecnológico, Graciomario de Queiróz; de Assuntos Institucionais e Governamentais da Federação, Elson Ribeiro e Póvoa; e Financeiro, Walid Sariedine, que também é presidente da Junta Comercial do DF.


Eixos estratégicos

A publicação A Indústria e o DF: Proposta Para Uma Agenda de Crescimento 2019–2022 – Edição Atualizada 2021 é construída a partir de estudos e análises técnicas, com a participação de lideranças industriais. Apresenta propostas do setor em curto, médio e longo prazos para que ocorra diversificação da matriz econômica do DF, hoje centralizada na administração pública.

O objetivo do documento é dar suporte ao desenvolvimento industrial na capital do País. Dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e da Companhia de Planejamento do DF (Codeplan) indicam que, em 2019, a indústria foi responsável por 3,9% do Produto Interno Bruto (PIB) do DF, gerando R$ 9,5 bilhões em riqueza para a capital federal. “Segundo dados da Confederação Nacional da Indústria (CNI), para cada real investido no setor industrial, o retorno é de R$ 2,67, quase o dobro do conseguido no investimento em outros setores. Este número mostra o poder de alavancagem que a indústria tem para a economia”, explicou Jamal.

O documento A Indústria e o DF: Proposta Para Uma Agenda de Crescimento 2019–2022 – Edição Atualizada 2021 tem 27 propostas, divididas em cinco eixos estratégicos:

Inovação e Desenvolvimento Tecnológico
Melhoria do Ambiente de Negócios
Diversificação da Economia com Sustentabilidade
Mobilidade e Logística Inteligentes
Brasília Inovadora: Cidade Sustentável
Ao comparar a publicação original, de 2018, com a apresentada nesta segunda-feira, é possível observar que alguns tópicos ganharam destaque, como os que tratam da necessidade de aperfeiçoamento das compras governamentais para suporte à recuperação das empresas, da desburocratização do crédito e da necessidade de melhoria do ambiente de negócios e da segurança jurídica para os investimentos.

Também são apresentadas as intenções de, em longo prazo, construir em Brasília um polo da indústria 4.0, com a fabricação de produtos de alto valor agregado, com tecnologia de ponta.

Covid-19

Para a edição atualizada, além de revisar os temas apresentados na publicação de 2018, a Fibra consultou empresários para produzir um capítulo especial sobre como a indústria do DF estava e está sendo afetada pela pandemia.

As pesquisas feitas pela Fibra já mostravam queda na produção industrial e redução da confiança do empresário, que refletia também na redução das intenções de investimento.

Na apuração com empresários, foi observado que as empresas ainda sentem os efeitos da pandemia da covid-19. Para reduzir os danos, o documento aponta como necessárias as seguintes ações emergenciais:

A manutenção de programas de facilitação de crédito e financiamento, tornando os processos mais ágeis
A operacionalização de fundos garantidores, como o Procred
A revisão da legislação tributária do DF
Evolução da governança pública, resultando no aumento da segurança jurídica para investimentos
Incentivo aos arranjos produtivos locais e fomento às compras governamentais
Programas de formação de capital humano, nos moldes das parcerias que já ocorrem com as secretarias de Trabalho, de Tecnologia e Inovação e Desenvolvimento Econômico


Clique aqui para baixar a publicação A Indústria e o DF: Proposta Para Uma Agenda de Crescimento 2019–2022 – Edição Atualizada 2021

Voltar